27 de ago de 2016

O Povo de Sobral estava esperando o resultado da pesquisa, para fazerem uma avaliação melhor na hora do voto.

O POVO EXIGEM UMA POLITICA DIFERENTE. O povo não esta participando e nem a creditando nos candidatos. As caminhadas não tem sentido de propostas politicas, o povo fica sem ouvir o candidato, pois os mesmos passam rápidos só fazem complementarem o povo.
Depois da pesquisa a campanha deve ser mais intensificada pelos os candidatos, na próxima semana, os partidos devem a dotar o que o povo esta esperando deles. 
Para conquista os votos dos indecisos vai precisar a dotar uma campanha melhor e sair desta mesmice e a dotar algo melhor.
Sugestões: Visita nos (Bairros ou Distritos) pela manhã casa á casa e, a noite um encontro com todos que foram visitados e convidados para comparecerem em um local adequado para o povo ouvir as propostas dos candidatos. Depois os candidatos faziam uma avaliação de suas visitas. Depois deste trabalho feito fazia uma avaliação melhor, o povo esta participando? nossa mensagens esta sendo entendida? nossa equipe esta sendo bem recebida pelo o povo? etc..

Veja abaixo o retrato da pesquisa esta registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará sob o protocolo Nº Ce- 07479/2016 
foram feita 504 entrevistas. fonte jornal DN.

Informativos dos candidatos á prefeito de Sobral. dia 27 de Agosto de 2016

Os movimentos diários dos políticos em Sobral. 
PSDB Visitando o Centro de Sobral


















PMDB. Visitando Centro pala manhã e noite Bairro


















PDT Visitando Centro manhã e noite Bairro


















PSOL não divulgou visita para hoje.

26 de ago de 2016

VITÓRIA DE PIRRO GIM DIZ A MORO QUE APOIA A LAVA JATO E CHORA EM DEPOIMENTO EX-SENADOR NEGOU QUE TENHA PEDIDO PROPINA PARA EMPREITEIROS

O ex-senador Gim Argello (PTB) chorou durante o depoimento para o juiz federal Sérgio Moro nesta sexta-feira (26). E afirmou que sempre apoiou a Operação Lava Jato.
Gim também negou que tenha pedido propina para que empreiteiros investigados não fossem convocados para depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, em 2014.
Essa afirmação vai de encontro à declaração de Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, que confessou ter pagado a quantia de R$ 5 milhões, em forma de contribuição eleitoral para vários partidos, para que não fosse convocado pela CPMI.
Argello alega que houve pedido de doação eleitoral e não de vantagem indevida em função da comissão. "Não fui desonesto, eu não pedi propina a ninguém, eu não pedi vantagem indevida para ninguém, eu pedi doação eleitoral dentro da lei. Todos eles falavam que tinham espaço fiscal para fazer isso. Eu não sabia, naquela época, que eles eram envolvidos com Petrobras".
E alegou que os requerimentos não foram aprovados porque os investigados foram indiciados. Ressaltando que por isso Pessoa fez tais acusações por vingança, devido ao indiciamento na CPMI da Petrobras. "O pior foi feito, excelência. Foram todos eles indiciados".
Jorge Argello
O filho de Gim, Jorge Afonso Argello também foi interrogado nesta sexta. Jorge negou ter participado de alguma reunião entre o pai e empreiteiros. Disse que nunca teve interesse em política. Jorge Argello responde por corrupção passiva e lavagem de capitais.
Gim Argelo foi preso na 28ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Vitória de Pirro, está preso desde abril. O ex-senador responde por corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de capitais, concussão e obstrução à investigação.

QUE VERGONHA... RENAN REVELA DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA NO STF AO LIVRAR GLEISI E O MARIDO SENADOR DIZ QUE LIVROU GLEISI E O MARIDO DE PROCESSO NO STF

Na retomada do julgamento da presidente-ré, Dilma Rousseff, após a discussão entre os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) que teve até empurra-empurra e causou a interrupção da sessão, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu a palavra e criticou os senadores dilmistas: "Ontem, a senadora disse que o Senado não tem moral para julgar. Como uma senadora pode fazer uma declaração dessa, exatamente uma senadora que conseguiu há 30 dias que o presidente do Senado conseguisse no Supremo Tribunal Federal desfazer o seu indiciamento e o do seu marido".
Gleisi Hoffmann retrucou e chamou Renan de "canalha". A afirmação causou uma nova confusão generalizada, que gerou outra interrupção por parte do presidente da sessão e do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, até as 13h. 
Em junho, Paulo Bernardo, o marido de Gleisi e ex-ministro de Dilma e Lula, foi preso pela Polícia Federal na Lava Jato, acusado de montar um esquema de fraudes na liberação de créditos consignados que teria desviado cerca de R$ 100 milhões. Procurado, o STF confirma que não irá se manifestar em relação às declarações dos senadores e o "desindiciamento" do casal Gleisi e Paulo Bernardo.

Ibope/TV Verdes Mares – Moses Rodrigues e Ivo Gomes estão empatados tecnicamente





Saiu a primeira pesquisa Ibope/TV Verdes Mares sobre a disputa pela Prefeitura de Sobral (Zona Norte). Confira os números:
Moses Rodrigues (PMDB) – 36%
Ivo Gomes (PDT) – 33%
Dr. Guimarães (PSDB) – 15%
Edmilson Moreira (Psol) – 1%
Brancos/Nulos – 7%
Não responderam – 8%
*Rejeição
Edmilson Monteiro – 48%
Ivo Gomes – 38%
Dr. Guimarães – 32%
Moses Rodrigues – 27%
Votaria em todos – 1*
Não sabe/Não respondeu – 8%
*A pesquisa foi realizada de segunda a quinta-feira. A margem de erros é de quatro pontos  percentuais. O Ibope ouviu 504 eleitores.

Informativos dos candidatos á prefeito de Sobral. dia 26 de Agosto de 2016

Os movimentos diários dos políticos em Sobral. 
                                                                         
 PSDB. Adesivaço e visita aos Bairros de Sobral
















PMDB. Visita aos Bairros de Sobral.


















PDT Visitas aos Bairros de Sobral

















PSOL. Visitas domiciliares nos Bairros de Sobral.

Politica sem humanidade. Filho Bolsonaro passa mal em debate e pai impede ajuda de Jandira Feghali

Flavio Bolsonaro, candidato do PSC à prefeitura do Rio de Janeiro, passou mal durante o segundo bloco do debate realizado, nessa noite de quinta-feira, pela Band Rio.
Carlos Osorio e Jandira Feghali ampararam o oponente, mas a candidata do PCdoB, que é médica, foi impedida por Jair Bolsonaro, o pai, de prestar socorro.
A própria Jandira contou, através de sua conta no Twitter, que não pode socorrer Flavio.
(Com Jornal Extra)